terça-feira, 21 de setembro de 2010

Memorial descritivo - Vídeo-art Turbilhão de Sensações

Para fazer o videoarte “Turbilhão de Sensações” o grupo necessitou de quatro encontros e vários dias de diálogos pela internet.
Reunimos-nos primeiramente para debater sobre qual seria o tema abordado em nosso vídeoarte. Depois de várias idéias diferentes, pensamos na qual seria mais viável a desenvolver. A tutora nos ajudou e nos esclareceu algumas duvidas em que consiste um vídeo arte. O texto da disciplina também foi de grande ajuda.
Concordamos em trabalhar com estampas, imagens de roupas em movimento, mostrando o turbilhão de sensações provocadas pelas cores, representando as mudanças de humor, de idéia, de comportamento, de estado de espírito e as tantas outras mudanças que existem nos caminhos da vida.
Os experimentos de vídeo foram muito inspiradores e serviram para termos o primeiro contato com edição de vídeo, os pontos a serem explorados e o visual das imagens capturadas. A idéia de filmar as estampas foi tomando forma com o experimento microuniverso.  
A principio fizemos um vídeo mostrando imagens de algumas roupas, estampas, acompanhado do som de uma poesia falada. As imagens representando de maneira lúdica o que estava sendo falado na poesia. A tutora nos alertou que este não era o intuito do trabalho e nosso vídeo tinha ficado mais como uma apresentação de slides ou um videoclipe.
Reunimos-nos novamente, selecionamos as estampas a serem utilizadas e as espalhamos pelo chão, como se fossem cada uma parte de um quebra cabeças, ficando uma um pouco por cima da outra, entrelaçadas... E filmamos primeiro bem próximo os microuniversos das estampas, fazendo um passeio por cima de todas elas, lentamente, em seguida pensamos em mostrar o pé caminhando em cima dos “caminhos da vida” feitos com as roupas, o deu um efeito bem interessante deixando a imagem do vídeo em segundo plano.
Editamos o vídeo, selecionando as partes mais interessantes, fizemos vários experimentos com as possibilidades do programa de edição, adicionamos e efeitos que posteriormente foram retirados, porque a tutora achou mais adequado.
Pensamos em colocar alguma musica, mas ficamos com receio de descaracterizar o que vem a ser um videoarte então achamos melhor utilizar o som natural do ambiente, captado na hora das gravações.
Foi uma atividade muito rica, que nos permitiu conhecer um pouco das possibilidades de se fazer um videoarte, confundindo-nos primeiramente, mas possibilitando assim através do debates nos fóruns uma construção, instigando nossa curiosidade, permitindo explorar aspectos pouco observados, pontos de vistas diferentes; foi realmente uma atividade bastante construtiva.
Não sabemos se atingimos o ideal desejável para um videoarte, mas só a oportunidade de desenvolver de desenvolvimento do trabalho, foi para todas nós algo novo e muito gratificante.
 
              Link do vídeo no youtube:

Sem comentários:

Enviar um comentário